Postagem pela TAG "Consultoria de Imagem e Estilo"


Frio chegando e a gente fica de olho nas peças quentinhas que começam a surgir nas vitrines, nas revistas, etc.

Os “fux fur coats”, casacos de pele falsa (claro!), têm tudo a ver com a estação, trazem uma pegada glam, bem extravagante, e podem e devem ser usados à noite e em plena luz do dia. Como? Com as combinações certas!

Fofo, confortável, chic e complemento perfeito para qualquer look, do mais básico ao mais elaborado, o faux fur coat é uma peça que ganhou espaço no guarda-roupa das fashionistas há mais de um ano e, pelo jeito, não vai sair mais.

Quer saber como usar? Inspire-se nos looks mais estiloso do street style internacional.

Crédito imagens: Julianne Blog, Style It Up – Sapo, stephylately, saltosdecristal.com, retro-flame.com,
Pretty Designs, Song of Style

 







Sempre digo que o melhor mesmo é experimentar e ver como você se sente ao compor um look, mas alguns modelos de roupas, sapatos e acessórios ficam melhor que outros quando são combinados entre si e valorizam mais a nossa silhueta.

A calça flare, por exemplo, modelo que desce justo até o joelho, abrindo uma barra de boca larga, ainda gera dúvidas na maioria das mulheres sobre que sapato usar, o que é super normal.

A primeira dica, antes mesmo de falarmos do modelo de calçado ideal, é sobre a barra da calça flare: ela não deve arrastar no chão! Com esse detalhe importante em mente, vamos aos sapatos que ficam melhor com a peça.

Scarpin: Além de chique, o scarpin cria a ilusão de que as pernas são mais longas, o que de quebra, ajuda a parecer mais alta! E ainda fica um charme com o biquinho colorido ou estampado aparecendo.

Sapatilhas e rasteiras: Primeiro, a barra da calça precisar ser adaptada aos modelos sem salto, depois, é só combinar com o que mais tem o seu estilo. Tente evitar bicos arredondados, pois pode dar impressão de pernas muito curtas e com a flare, queremos é aproveitar para alongar a silhueta, já que o modelo ajuda nisso.

Tênis, sleep on e afins: Segue as regras da sapatilha.

Salto grosso: seja na bota ou na sandália, o salto mais grosso é versátil e confortável. Lembre de que a barra da calça deve ficar 1 dedo acima do chão!

Sandália com plataforma e anabela: Se a calça é comprida demais, e ainda não rolou de fazer a barra, ou possui algum detalhe interessante bem ali, esses modelos de sapato são ideias.

Que tal começar os experimentos?

Beijos,

Luciana Caram

Crédito imagens: Harper’s Bazaar, Pinterest, Become Chic, stylessential.com, fortheloveoffancy.com, Style Estate, Angel Food Style, made with love

 







Não importa a estação do ano: a saia sempre cai bem em qualquer ocasião. Apesar de feminina e muito versátil, a peça ainda gera dúvidas na hora da escolha do sapato ideal para cada modelo e comprimento.

Na verdade, não existe certo e errado na hora de combinar as peças em um look, mas nem todas as combinações valorizam o que temos que melhor. Então, que tal umas dicas para ajudar?

Saias curtas: sapatilhas dão um ar romântico, rasteiras e slippers mais casual, com saltos ficam sexy. Mas, cuidado com o salto muito alto, pois pode ficar vulgar e nada prático. Vale também investir nas botas over the knee (acima do joelho), que alongam.

Saias midi: podem ser combinadas com tênis, botinhas, coturnos, gladiadoras, scarpins e até mesmo plataformas, mas uma boa dica é coordená-las com a estatura de quem irá vesti-las, pois o comprimento midi pode achatar a silhueta.

Saias longas: como cobrem toda a perna, combinam com todo tipo de sapato. Com salto, o look fica mais sofisticado. Já rasteirinhas e botas deixam o visual mais despojado e boho.

O legal mesmo é experimentar e ver o que fica mais a sua cara e que combine mais com a ocasião que pretende usar o look.

Precisando de uma ajudinha, me chama! Estou no Facebook, Instagram, Twitter… Me acham como “sejaautentica”.

Beijos, lindonas!

Crédito imagens: ModaTopFashion, Manu Luize, Anna Fasano, Estrela Evangélica, Portal para Mulher, The Fashion Tag, Put on a Chic face, FashionTasty.com, courtneyincouture.







Além das roupas e acessórios, um outro quesito que entra nos cuidados com a imagem pessoal é a maquiagem. Sou bem leiga e só sei o básico, mas aprendo um pouco todo dia testando novas formas de maquiar e com algumas dicas que recebo.

O gloss, que já foi febre na década de 90, sempre ressurge para quem quer variar as opções de maquiagem. Quer saber como usá-lo a seu favor?

Para aumentar os lábios, basta aplicar uma generosa camada do produto, que pode ser nude, para ter aquele efeito bocão. Se você também não é a mestre na maquiagem (meu caso), não tem problema. Sozinho, o gloss é capaz de criar um ponto de luz no rosto, com um realce instantâneo.

– Outro efeito para arrasar é aplicar o gloss por cima de um batom, assim, o batom vai ficar ainda mais vivo e pigmentado, além de dar um aspecto molhado.

Como tenho lábios bem carnudos, prefiro evitar esse destaque por cima do batom, mas gostei da ideia do ponto de luz. E vocês? Usam, gostam?

Beijos!

Crédito imagens: Blog da Tetê, Autêntica, Paula Beltrão







© 2014 PartyStyle.

Todos direitos reservados.

Desenvolvido pela